Efetividade, tolerabilidade e segurança dos canabinoides para dor neuropática crônica: uma revisão sistemática de estudos controlados randomizados - CBfarma

Efetividade, tolerabilidade e segurança dos canabinoides para dor neuropática crônica: uma revisão sistemática de estudos controlados randomizados

Foi realizada uma busca sistemática na literatura nas bases de dados MEDLINE, Cochrane Central Register of Controlled Trials (CENTRAL) e clinicaltrials.gov até novembro de 2015. Foram incluídos estudos duplo-cegos, randomizados e controlados por placebo, com duração mínima de 2 semanas e com pelo menos 9 pacientes por grupo de tratamento, comparando cannabis medicinal, canabinoides de origem vegetal ou sintética com placebo ou qualquer outro tratamento ativo em pacientes com dor neuropática crônica. Os desfechos clínicos analisados foram eficácia (redução da dor acima de 30% ou 50%, intensidade média da dor, melhora global e qualidade de vida relacionada à saúde), tolerabilidade (taxa de descontinuação devido a efeitos colaterais, efeitos colaterais do sistema nervoso central e psiquiátricos) e segurança (efeitos colaterais graves). Utilizando um modelo de efeitos aleatórios, foram calculadas as diferenças absolutas de risco (RD) para dados categóricos e as diferenças médias padronizadas (SMD) para variáveis contínuas. A qualidade metodológica dos estudos foi avaliada pela ferramenta de risco de viés da Cochrane. Foram incluídos 15 estudos com 1619 participantes. A duração dos estudos variou entre 2 e 15 semanas. Os canabinoides foram marginalmente superiores ao placebo em termos de eficácia e inferiores em termos de tolerabilidade. Os canabinoides e o placebo não diferiram em termos de segurança durante o período do estudo. A terapia de curto e médio prazo com canabinoides pode ser considerada em pacientes selecionados com dor neuropática crônica após falha das terapias de primeira e segunda linha.

Faça o upload da sua documentação

Indique o seu médico

Faça o upload da sua documentação