Um estudo piloto dos efeitos da cannabis nos hormônios do apetite em homens adultos infectados pelo HIV - CBfarma

Um estudo piloto dos efeitos da cannabis nos hormônios do apetite em homens adultos infectados pelo HIV

O sistema endocanabinóide está sob investigação ativa como um alvo farmacológico para o controle da obesidade devido ao seu papel na regulação do apetite e metabolismo. Os canabinóides exógenos, como o tetrahidrocanabinol (THC), estimulam o apetite e a ingestão de alimentos. No entanto, não há observações controladas ligando diretamente o THC às alterações da maioria dos hormônios do apetite. Aproveitamos a oportunidade oferecida por um estudo controlado por placebo de cannabis medicinal fumada para dor neuropática associada ao HIV para avaliar os efeitos do THC nos hormônios do apetite grelina, leptina e PYY, bem como na insulina. Neste estudo cruzado duplo-cego, cada indivíduo foi exposto tanto à cannabis ativa (THC) quanto ao placebo. Comparada ao placebo, a administração de cannabis foi associada a aumentos significativos nos níveis plasmáticos de grelina e leptina e diminuição de PYY, mas não influenciou significativamente os níveis de insulina. Esses achados são consistentes com a modulação dos hormônios do apetite mediados por receptores canabinóides endógenos, independente do metabolismo da glicose.

Faça o upload da sua documentação

Indique o seu médico

Faça o upload da sua documentação