Efeito da aplicação sublingual de canabinoides na pressão intraocular: um estudo piloto - CBfarma

Efeito da aplicação sublingual de canabinoides na pressão intraocular: um estudo piloto

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito na pressão intraocular (PIO) e a segurança e tolerabilidade da administração oral de uma dose baixa de delta-9-tetrahidrocanabinol (Delta-9-THC) e canabidiol (CBD). Um estudo randomizado, duplo-cego, controlado por placebo, cruzado em 4 vias foi realizado em um único centro, usando extrato medicinal à base de cannabis de Delta-9-THC e CBD. Seis pacientes com hipertensão ocular ou glaucoma primário de ângulo aberto receberam uma dose única sublingual às 8 da manhã de 5 mg de Delta-9-THC, 20 mg de CBD, 40 mg de CBD ou placebo. A principal medida de desfecho foi a PIO. Os resultados secundários incluíram acuidade visual, sinais vitais e efeitos psicotrópicos. Duas horas após a administração sublingual de 5 mg de Delta-9-THC, a PIO foi significativamente menor do que após placebo (23,5 mm Hg vs. 27,3 mm Hg, P=0,026). A PIO voltou ao nível basal após a medição da PIO de 4 horas. A administração de CBD não reduziu a PIO em nenhum momento. No entanto, a dose mais alta de CBD (40 mg) produziu uma elevação transitória da PIO 4 horas após a administração, de 23,2 para 25,9 mm Hg (P=0,028). Os sinais vitais e a acuidade visual não foram significativamente alterados. Um paciente apresentou uma reação de pânico leve e transitória após a administração de Delta-9-THC. Uma única dose sublingual de 5 mg de Delta-9-THC reduziu temporariamente a PIO e foi bem tolerada pela maioria dos pacientes. A administração sublingual de 20 mg de CBD não reduziu a PIO, enquanto 40 mg de CBD produziu um aumento transitório da PIO.

Faça o upload da sua documentação

Indique o seu médico

Faça o upload da sua documentação