Um estudo piloto aberto de extratos à base de cannabis para disfunção da bexiga na esclerose múltipla avançada - CBfarma

Um estudo piloto aberto de extratos à base de cannabis para disfunção da bexiga na esclerose múltipla avançada

A maioria dos pacientes com esclerose múltipla (EM) desenvolve sintomas incômodos do trato urinário inferior (STUI). Relatos sugerem que a cannabis pode aliviar os STUI. Em um estudo aberto, avaliamos a segurança, tolerabilidade, faixa de doses e eficácia de dois extratos da planta Cannabis sativa em pacientes com EM avançada e STUI refratários. Os pacientes receberam extratos contendo delta-9-tetra-hidrocanabinol (THC) e canabidiol (CBD; 2,5 mg de cada por borrifada) por oito semanas, seguidos apenas de THC (2,5 mg de THC por borrifada) por mais oito semanas e, em seguida, em uma extensão de longo prazo. A urgência urinária, o número e volume de episódios de incontinência, a frequência urinária e a noctúria diminuíram significativamente após o tratamento. A autoavaliação dos pacientes quanto à dor, espasticidade e qualidade do sono melhorou significativamente. Houve poucos efeitos colaterais problemáticos, sugerindo que extratos medicinais à base de cannabis são seguros e eficazes.

Faça o upload da sua documentação

Indique o seu médico

Faça o upload da sua documentação